Movimento Basta Envia Cartas aos Líderes Globais sobre o Conflito Israel-Hamas

São Tomé e Príncipe, 16 de outubro de 2023O Movimento Basta, enquanto partido democrático, manifesta profunda preocupação com a escalada do conflito entre Israel e o Grupo Hamas na Faixa de Gaza e as suas consequências devastadoras para a população civil.

Neste momento crítico, o Movimento Basta, na segunda-feira, 16 de Outubro, endereçou cartas individuais aos seguintes líderes globais:

  • Xi Jin Ping, Presidente da República Popular da China
  • Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa
  • António Guterres, Secretário-geral da Organização das Nações Unidas.

As cartas foram entregues aos Chefes das Missões Diplomáticas da República Popular da China, da República Portuguesa e ao coordenador das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe.

Segundo o Movimento Basta:

«O conflito em curso tem causado sofrimento humano inaceitável, com um número significativo de vítimas civis, incluindo mulheres, crianças e jovens. É nosso dever, enquanto comunidade global, fazer tudo ao nosso alcance para evitar que a situação se deteriore ainda mais e proteger vidas inocentes em risco.

 Nós, do Movimento Basta, instamos todas as partes envolvidas a exercerem máxima contenção, respeitarem o direito humanitário internacional e adotarem todas as medidas necessárias para proteger as vidas e a segurança dos civis. Apelamos a um cessar-fogo imediato e ao início de negociações significativas destinadas a uma solução duradoura e justa para este conflito. »

Além disso, o Movimento Basta instou os referidos lideres a « desempenhar um papel ativo na mediação e facilitação de negociações com o objetivo de alcançar uma paz sustentável na região do Médio Oriente. O apoio de todos os países e organizações comprometidos com a paz é crucial neste momento. »

O Movimento Basta apelou também: “... que tomem medidas bilaterais e multilaterais para assegurar que as resoluções das Nações Unidas sobre o conflito Israelo-Árabe, que preveem a criação de um “Estado Judeu” e um “Estado Árabe” na Palestina, sejam 

respeitadas pelas partes beligerantes, oferecendo esperança e segurança a ambos os estados.

A paz é um direito fundamental de todos os povos, e é nossa responsabilidade coletiva procurar soluções pacíficas para os conflitos que afligem a humanidade. O Movimento Basta reafirma o seu compromisso com a paz, a justiça e o respeito pelos direitos humanos e apela a todos os envolvidos que sigam o mesmo caminho.

Os nossos pensamentos estão com as vítimas deste conflito, suas famílias e todos aqueles que estão a sofrer. Continuaremos a monitorizar de perto a situação e a trabalhar incansavelmente pela paz e estabilidade na região do Médio Oriente.”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *